Adesaf e UniSantos realizam Seminário Metropolitano de Redução de Danos

0

A Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf) realiza, em parceria com o curso de Psicologia da Universidade Católica de Santos (UniSantos) e as prefeituras da Região, o Seminário Políticas Públicas de Redução de Danos na Baixada Santista, no dia 5 de dezembro, das 9 às 17 horas, no auditório 310 do campus Dom Idílio José Soares (Av. Conselheiro Nébias, 300). O evento tem como objetivo principal reunir representantes da sociedade civil organizada, bem como técnicos, agentes e gestores das nove prefeituras que atuam, direta ou indiretamente, com pessoas em situação de rua que fazem uso abusivo de substâncias psicoativas. A proposta também inclui a assinatura do Pacto pela Redução de Danos, no qual prefeitos e deputados firmarão o compromisso de construir um plano integrado sobre o tema, com foco na garantia de direitos. As inscrições podem ser feitas gratuitamente no site da Adesaf.

“Este é um encontro que vai apresentar os resultados das Oficinas de Redução de Danos, realizadas nas cidades da Região. A ideia é que possamos desenvolver, de forma metropolitana e com um olhar social e de saúde pública, políticas públicas para pessoas que, geralmente, são tratadas no âmbito da Segurança Pública, com muito descaso e repressão”, comenta a diretora-presidente da Adesaf, Fernanda Gouveia.

Desde outubro de 2014, a Adesaf é a responsável, na vertente do trabalho, pelo programa De Braços Abertos (DBA), iniciativa da Prefeitura de São Paulo que oferece moradia digna, alimentação balanceada, qualificação profissional e trabalho para ex-moradores da região conhecida como Cracolândia (SP). Os resultados do DBA foram divulgados recentemente, na Capital, e estão disponíveis para download no site www.adesaf.org.br.

Redução de Danos

No Brasil, pela primeira vez, a Redução de Danos foi adotada como estratégia de saúde pública em Santos, no ano de 1989, quando a cidade vivia uma epidemia do vírus causador da Aids. À época, a Prefeitura distribuiu seringas descartáveis para dependentes de substâncias psicoativas, uma vez que dados epidemiológicos indicavam que 51% dos casos de contaminação de HIV/Aids estavam relacionados ao compartilhamento do objeto para uso de drogas injetáveis.

Parceria

O Seminário Políticas Públicas de Redução de Danos na Baixada Santista conta com o apoio das prefeituras de Bertioga, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.

Print Friendly, PDF & Email
Mais
Compartilhe

Sobre o Autor

Envie um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.