Não ao retrocesso das políticas de Saúde Mental no Brasil

0

A Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias, organização da sociedade civil fundada em 2001, vem a público manifestar repúdio ao Ministério da Saúde pela publicação da Nota Técnica nº 11/2019, denominada “Nova Saúde Mental”. Trata-se de um retrocesso nas conquistas obtidas pela Reforma Psiquiátrica, de 2001, o marco na luta antimanicomial brasileira.

O Governo Federal não pode desrespeitar a dignidade das pessoas com transtornos mentais, bem como ferir seus direitos humanos. Essa medida incentiva a hospitalização, a volta dos manicômios; o tratamento desumanizado e, ainda, desconstrói toda a rede de atenção psicossocial do País.

A pessoa com transtorno mental tem de estar inserida na sociedade, e não isolada, encarcerada e escondida para ser “tratada” com choques e outras insanidades do Poder Público, como ocorria até um passado recente. A forma de enxergar esse indivíduo evoluiu cientificamente. E é por isso, e por todas essas pessoas, que a Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias fará esse enfrentamento, juntamente com outras entidades, para garantir a autonomia, o atendimento multiprofissional e interdisciplinar, a liberdade e os direitos humanos desses cidadãos brasileiros.

Print Friendly, PDF & Email
Mais
Compartilhe

Sobre o Autor

Envie um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.