Não ao retrocesso das políticas de Saúde Mental no Brasil

0

A Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias, organização da sociedade civil fundada em 2001, vem a público manifestar repúdio ao Ministério da Saúde pela publicação da Nota Técnica nº 11/2019, denominada “Nova Saúde Mental”. Trata-se de um retrocesso nas conquistas obtidas pela Reforma Psiquiátrica, de 2001, o marco na luta antimanicomial brasileira.

O Governo Federal não pode desrespeitar a dignidade das pessoas com transtornos mentais, bem como ferir seus direitos humanos. Essa medida incentiva a hospitalização, a volta dos manicômios; o tratamento desumanizado e, ainda, desconstrói toda a rede de atenção psicossocial do País.

A pessoa com transtorno mental tem de estar inserida na sociedade, e não isolada, encarcerada e escondida para ser “tratada” com choques e outras insanidades do Poder Público, como ocorria até um passado recente. A forma de enxergar esse indivíduo evoluiu cientificamente. E é por isso, e por todas essas pessoas, que a Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias fará esse enfrentamento, juntamente com outras entidades, para garantir a autonomia, o atendimento multiprofissional e interdisciplinar, a liberdade e os direitos humanos desses cidadãos brasileiros.

Print Friendly, PDF & Email
Mais
Compartilhe

Sobre o Autor

Envie um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support