Maioria dos ministros do STF vota pela criminalização da homofobia

0

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou, nesta quinta-feira (23), a favor da criminalização da homofobia, prática que a Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf) entende como crime desde sempre. O presidente do STF, Dias Toffoli, suspendeu a sessão e o caso será retomado no dia 5 de junho. Ainda faltam 5 votos, mas a maioria (6 ministros) já votou pela criminalização, como já ocorre com racismo. Um dia simbólico e histórico para a garantia de direitos, e para o processo de construção de uma sociedade igualitária e de paz.

Print Friendly, PDF & Email
Mais
Compartilhe

Sobre o Autor

Envie um comentário

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.