Search

Coronavírus: nota sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro

A Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf) repudia o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, que ocorreu na noite de terça-feira (24), em cadeia nacional, quando pediu a “volta à normalidade” e criticou o isolamento domiciliar, medida recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo próprio Ministério da Saúde para prevenção contra o coronavírus (covid-19).

Bolsonaro concedeu declarações irresponsáveis, inconsequentes e até homicidas. Ao invés de sentenciar à morte a vida de brasileiros, principalmente os que estão no grupo de risco da doença, para não afetar ainda mais a estabilidade de seu governo, Bolsonaro deveria, como chefe de estado, apresentar à sociedade ações efetivas e estratégicas, como as de manutenção da economia do País durante esta pandemia. Mas preferiu chamar a covid-19 de “resfriadinho” e “gripezinha”.

Isso mostra que Bolsonaro não está à altura do cargo que ocupa. O Brasil precisa de uma liderança séria, humana, equilibrada e comprometida com a vida e a saúde de todos os brasileiros para conseguir atravessar mais essa crise.

A vida de cada brasileiro vale muito! Por isso, não quebre a quarentena e fique em casa para evitar que o vírus circule e contamine mais pessoas. Esta é a orientação dos cientistas, médicos especialistas e dos órgãos oficiais de saúde, nacionais e internacionais. E é a determinação que todos devem seguir. Pelo nosso bem!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Posts recentes

Esperança para o autismo

Parece estranhamente surpreendente como a história, mais cedo ou mais tarde, apresenta-nos verdades que outrora eram refutadas ou inaceitáveis em determinados períodos históricos, como a

VER MAIS »