Search

Parceria: projeto cultural lança videoclipe e mostra artesanal; Unidade Produtiva é inaugurada

O projeto A Arte dos Antigos Saberes no Novo Normal apresentou, na quarta-feira (3), uma mostra de artesanatos e o videoclipe do reggae Estamos Evoluindo. A iniciativa, do produtor cultural e colaborador da Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf), Rafael Bruder, foi financiada com recursos da Lei Aldir Blanc e ocorreu na sede da instituição em formatos de live e presencial, este para um número reduzido de convidados, devido à pandemia do coronavírus. Seguindo os protocolos de prevenção contra a covid-19, a Adesaf, apoiadora do projeto, também inaugurou a Unidade Produtiva Amor Aqui.
 
Este espaço, de empreendedorismo e geração de renda, é voltado a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Assim como a maioria dos participantes do projeto, que está em Serviços de Acolhimento Institucional de São Vicente. Entre os músicos há ex-moradores da região conhecida como Cracolândia, na Capital.
 
Presenças: Representando a Prefeitura de São Vicente, participaram do evento os secretários municipais de Assistência Social, Leandro Valença; de Cultura, Elizângela Bafini; e de Imprensa e Comunicação Social, Mara Prado. Também compareceram a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Nayene Carmo; a coordenadora do Conselho Tutelar da Área Continental, Letícia Silva; o chef de cozinha Hélio Marques Junior; e os representantes do presidente da Câmara Municipal (Daniel de Souza) e da presidente do Fundo Social de Solidariedade (Llays Godoi). 
 
 
Videoclipe: a música e o videoclipe foram produzidos em 30 dias. Os ensaios ocorreram na sede da Adesaf e a captação de imagens também contou com gravações em estúdio e na Praia do Gonzaguinha, em São Vicente (SP), que serve de pano de fundo para esta canção, em que a natureza é uma das principais inspirações. Imagens de peças produzidas em madeira talhada e com palitos de sorvete, feitas por artesãos que estão acolhidos na Cidade, também são frutos do projeto e compõem o videoclipe, demonstrando a união de todos em torno de um objetivo em comum. A mensagem principal da música aborda o processo contínuo de transformação do ser humano, com suas singularidades, desafios e esperança por dias melhores.
 
Superação – Marcio de Lima, ex-dependente químico, vivia em situação de rua e foi um dos acolhidos pela Adesaf,  em projeto desenvolvido na Cracolândia, em São Paulo.  Hoje, ele cursa o quinto período de Serviço Social, é casado, já conquistou a casa própria e faz parte do time como facilitador, trabalhando com os atendidos. “Esse projeto é uma oportunidade de demonstrar às pessoas que é possível ‘dar certo’, de construir uma mensagem positiva em forma de arte e de música. Sozinho, ninguém consegue chegar a lugar nenhum”, afirma.
Artesanato – Cristiano de Oliveira é o artesão responsável pelas peças que estão no videoclipe. Ele ficou dois anos hospitalizado, sem receber visitas. Para ocupar o tempo e a mente, começou a escrever em madeira utilizando a ponta de uma tesoura. A partir daí, surgiu o desejo de aprimorar e profissionalizar o seu trabalho. “Estou limpo há dez meses. Esse projeto é uma grande evolução na minha vida. Aqui, eu pude progredir, abrir os meus olhos. Hoje, eu me sinto muito bem”. 

Importância – A diretora-presidente da Adesaf, Fernanda Gouveia, destacou a importância do projeto com o intuito de que mais pessoas possam passar pelo processo de redução de danos. Um dos objetivos é ampliar a diversidade de trabalho para que novas habilidades sejam aproveitadas. “Vamos funcionar como uma cooperativa para gerar renda para os acolhidos ressignificarem suas vidas. Inicialmente, com produções musicais, peças de artesanato e reformas de móveis recolhidos do lixo”.  

                                                                                                                                                               
Esta ação foi realizada com recursos da Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020 – Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Realização via Prefeitura de São Vicente, em parceria com o Governo Federal.
 
Colaboração: texto (Bruno Nunes / Adesaf – Isabella Paschoal / Seicom-PMSV)
                            fotos (Cláudio Magario / Seicom PMSV)

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Posts recentes

Esperança para o autismo

Parece estranhamente surpreendente como a história, mais cedo ou mais tarde, apresenta-nos verdades que outrora eram refutadas ou inaceitáveis em determinados períodos históricos, como a

VER MAIS »